Vamos falar de pizza?

15/12/2019

E aí, vamos falar de pizza?

A pizza não foi inventada pelos italianos, mas foi em Napoli que a magia aconteceu. E somente quem esteve em Napoli, ou em alguma pizzeria napoletana (pois existem, pelo mundo, pizzarias com o certificado da Associazione Verace Pizza Napoletanahttps://www.pizzanapoletana.org/), comeu a verdadeira pizza italiana.

Para obter a certificação da Verace Pizza (que significa verdadeira pizza, em português) não é nada fácil, pois são exigidos certos requisitos de preparo da massa, dos ingredientes utilizados, temperatura do forno, e tantos outros. Enfim, uma série de normas, pois pizza napolitana é realmente coisa séria, tanto para quem faz, como para quem come.

Os napolitanos já crescem com a cultura da pizza, têm que comer, pelo menos, uma vez por semana. Os sabores tradicionais são os mais pedidos por aqui: marinara (tomate, azeite, orégano e alho) e margherita (tomate, azeite, mussarela fior di latte e manjericão).

Entendemos que você possa não ter gostado da pizza quando veio à Itália, mas, provavelmente, se você não foi a Napoli, deve ter comido outro tipo de pizza, já que por exemplo, a pizza romana nada mais é do que um "biscoito" com molho em cima. Então, pode deixar, realmente, uma má impressão.

A pizza napolitana é leve, não te deixa com a sensação de estômago pesado, pois é feita com farinha de trigo tipo 00, e a fermentação da massa é longa (algumas pizzarias deixam a massa repousar, por, até 20 horas).

Aqui em Roma temos algumas pizzas napolitanas, mas as principais são: 

1. Salvatore di Matteo Roma, que fica na Via Vittoria Colonna, 32 (perto da Piazza Cavour).

2. L'Antica Pizzeria da Michele, localizada na Via Flaminia, 82 (perto da Piazza del Popolo).

Quer consultar um afiliado pela Itália, ou pelo mundo? Basta clicar no link: https://www.pizzanapoletana.org/it/associati

O importante é não comparar a pizza napolitana com a pizza brasileira, pois são totalmente diferentes. Obviamente, que nós, como brasileiros, tínhamos que dar o nosso toque e rechear a pizza do nosso jeito, o que para um napolitano é um absurdo.

Mas, gente, cá entre nós, uma pizza de frango com catupiry tem a sua razão de existir, não é mesmo?